17 de setembro de 2008

O Brócolis

Teve um dia que eu tava comendo brócolis, aí o gerente chegou na cozinha e falou: Te chamaram pra São Paulo, mas eu disse que não porque tá faltando funcionário aqui. Aí eu achei chato subir um cadinho de cargo e não poder assumir, mas até tentei entender o que ele tava me falando. Teve gente que tocou a revolta, mas meu brócolis tava bom aquele dia, então meu humor não estava tão ruim.
No dia seguinte como em qualquer reunião de sexta eu cheguei atrasada, odeio ter que ir quinze minutos mais cedo só por conta de uma reunião de sempre a mesma coisa. Enfim... no finalzinho foi dado o veredito. Eu começo em São Paulo no dia 22. E todo mundo ficou feliz... mas eu não tinha levado brócolis aquele dia e achei espinho no peixe do almoço. O dia tava cansativo e embaçado.
Na semana seguinte chega o telegrama em casa de que eu tinha sido chamada pro concurso de Analista de sistemas da empresa. Ótimo, dois cargos, e a gente não pode ter muita opção nessa vida. Mas tinha brócolis no almoço, e berigela!! =) Coisa melhor no meu dia não poderia ter acontecido.
Mas bate um medão.
Amanhã vou passear de metrô.

Enfim, adoro brócolis!

2 comentários:

Bia disse...

Ai ai... só você mesmo... mas valeu a dica... vou começar a levar brócolis no almoço... e tô precisando me empanturrar. Talvez fosse bom levar também b uma seringa e injetar brócolis e berinjela na veia. Mas do jeito que a coisa anda, é capaz de eu me ver comendo peixe trangênico (com cara de brócolis) estragdérrimooooo...

Thays Nascimento disse...

mãe, eu quero brócolis! mãe eu quero! eu quero, quero brócolis.... pshi... pega esse rabanete! lembra desse comercial?
Lembrei disso, tem dias que eu acordo com o pé esquerdo, vixe! dá tudo errado e até a comida é ruim, rs rs.
BJ BJ
Bom final de semana!